COMO LIDAR COM A INFERTILIDADE

Como vocês já sabem, fui tentante por quase 7 anos até conseguir meu primeiro positivo (sei que sou repetitiva, mas foram mais de 40 negativos – que eu contei)!

Eu queria muito que todas as pessoas soubessem a montanha russa de sentimentos que é a vida de uma tentante!

A cada mês que a menstruação vem, a cada amiga que engravida e você não (pra mim, essa sempre foi a pior parte, você estar muito feliz pela amiga ter recebido o milagre dela e pensar: mas por que eu ainda não?)… são muitas situações envolvidas no processo.

A infertilidade pode atingir qualquer pessoa, de qualquer idade. Não podemos julgar, não temos o direito de fazer brincadeiras. Se caso você souber de algum casal que passa pelo problema da infertilidade, NUNCA diga a ela para relaxar e deixar que as coisas aconteçam naturalmente, ou que vai acontecer quando pararem de tentar. Isso é péssimo, vai por mim, por maior que sejam as suas boas intenções!

Falar tudo isso, dá a entender que a culpa é nossa, é do casal tentante de não engravidar, ou porque não relaxam, não param de tentar, não dão um tempo, porque estão insistindo demais!!!

A melhor coisa a dizer seria: sinto muito por você estar passando por essa situação, ou apenas não falar nada.

Tentantes não precisam de conselhos, precisam de acolhimento, de empatia, de carinho!

Muitos casai sofrem uma pressão enorme da sociedade, da família, dos amigos e isso em nada contribui para o tratamento.

Hoje, depois que comecei a escrever esse Blog, venho recebendo muitas mensagens de mulheres que sofrem com a infertilidade e das mais diversas formas.

Minha função não é dar conselhos do que elas têm que fazer ou deixar de fazer… falo um pouco da minha experiência, os passos que dei a cada vez e o mais importante, incentivo a nunca desistirem, porque a caminhada não é fácil, é um fardo muito pesado a ser carregado, mas a palavra desistir não deve existir no vocabulário de uma tentante!

A recompensa vem, é só crer e confiar naquEle que tudo fez e criou.

Quer saber mais? Se identifica com algum ponto desse post? Comenta aqui em baixo…

A história continua…

E A GRAVIDEZ, COMO ESTÁ?

Voltando para os dias atuais e dando uma pausa nas coisas que escrevi no ano passado, quero muito contar pra vocês como está sendo minha gravidez!

Como sonhei, e muito, para viver este momento muitas das situações  que venho passando, já imaginava como seriam, mas somente imaginava… porque a ansiedade e a sensação quando elas aconteciam nossa!!! São muito diferentes de como eu pensava…

A primeira delas, foi ouvir o coração… já escrevi aqui no Blog como foi… foi algo mágico… como descobri a gravidez já um pouco adiantada, na minha primeira ultra já tivemos a alegria de ouvir o coraçãozinho do bebê.

Aquela escola de samba… batidas fortes e rápidas, uma pequena bolinha branca no meio de uma maior preta!!! Saco gestacional e embrião… nunca imaginei que conseguiria compreender imagens de ultrassonografia, porque sempre via de amigas e não entendia nada… mas agora, identifico tudinho, eu juro!!!

Depois dessa primeira experiência, vem a segunda US… sério, acho que todas as grávidas (até as de segunda viagem) ficam apreensivas nesses primeiros meses, porque não há barriga, não há movimentos, não há nada! NADA! Hahahaha e a dúvida se você está mesmo grávida ou não, se o coração estará batendo ainda… gente… como é difícil!!!

No meu caso acho que foi ainda pior, porque não tive enjoos… não fiquei passando mal… então, nem sintomas praticamente tinha… pra vocês terem noção, ficava feliz o dia que tomava café e vomitava logo após… esse era pra mim o sinal de que possivelmente estava tudo bem!!! Acreditem!!!

Os dias foram passando, tudo certo na segunda ultra… transluscência… tudo OK… Nossa maior alegria é que vemos nossa bebê duas vezes por mês, no consultório do obstetra e nas US que fazemos todos os meses… é uma delícia vê-la….

No mês de setembro, fizemos nossa baby moon… fomos viajar e no meio da viagem completei 20 semanas e senti os primeiros movimentos… outra sensação que sonhava sentir e foi uma delícia.

Cada dia é uma descoberta, cada dia uma aflição diferente, cada dia uma nova preocupação. Hoje coisas que eu e meu marido planejamos, envolvem mais um serzinho que por enquanto está no lugar mais seguro do mundo. Quando ela sair as preocupações irão se multiplicar e nunca mais irão acabar.

A cada dia que passa, a barriga cresce mais, o peso aumenta e o cansaço também. Nunca pensei que ficaria tão ofegante logo após me abaixar para pegar alguma coisa no chão!!! Hahaha é engraçado!

As roupas ficam apertadas, aquela calça e aquele vestido que tanto amava, vão ter que ficar pra depois!

Quer saber mais? Se identifica com algum ponto desse post? Comenta aqui em baixo…

A história continua…

DEUS É DEUS

Escrito dia 18/09/2017 (Acredito que nesse dia tive mais um resultado de FIV negativo)

Tem uma música que gosto muito de ouvir, chama-se Deus é Deus e diz mais ou menos assim:

“Se Deus fizer, Ele é Deus,

Se não fizer, Ele é Deus,

Se a porta abrir, Ele é Deus,

Mas se ela se fechar, continua sendo Deus”…

Na minha luta para ser mãe, por todas as fases e procedimentos que já passei, pelos vários negativos que já recebi… quando tive contato com essa canção pela primeira vez, ela me trouxe uma paz e uma esperança tão grandes que tenho me apegado a ela em todos o tempo e principalmente nos momentos difíceis. Ouça AQUI!

Deus é Deus em todas as circunstâncias, sejam elas boas ou más, fazendo o que peço ou não, pois somente Ele sabe o que é melhor e o momento perfeito para que tudo aconteça. Deus sabe o fim desde o princípio e é meu dever clamar pela sabedoria de entender, ou pelo menos aceitar os nãos que recebo na vida!

Provavelmente, você estará lendo esse texto bastante tempo depois de eu ter escrito, pode ser que já estarei com meu sonho nos braços, ainda na barriga, ou quem sabe, eu não tenha recebido essa graça de Deus por ainda não ser o tempo certo, a minha hora, não sei, mas minha oração é para que de alguma forma, essas palavras o auxiliem a não desistir dos seus sonhos.

Hoje, não desisto dos meus e sim, os reafirmo perante Deus, entregando minha vida nas mãos dEle, daquEle que tudo sabe, que tudo vê!

A experiência de um exame de gravidez negativo, para quem sofre tanto para ter um positivo… não é nada fácil.

Chorei muito junto com meu marido a cada um que peguei em mãos, o dia fica sem cor, triste, ninguém sabe o que está acontecendo dentro de você, dentro da sua casa, da sua vida.

Mas eu sei que há um Deus que me ama e que quer o meu melhor e por isso tenho que seguir em frente e fazer a minha parte, me cuidando, mental, física e espiritualmente.

Eu sei que a minha vez vai chegar e quando acontecer, quero estar preparada para educar meus filhos no caminho do Senhor.

Se você hoje está na mesma situação que eu, ore a Deus e entregue sua vida e aflições a Ele, ouça essa música e feche seus olhos, ore…

Aproveite este momento para ler Isaias 54: 1 a 3.

Creio que Deus tem grandes coisas preparadas para mim e para você! Tenha fé nas palavras dEle, afinal DEUS É DEUS!

AMÉM!”

Quer saber mais? Se identifica com algum ponto desse post? Comenta aqui em baixo…

A história continua…