COMO LIDAR COM A INFERTILIDADE

Como vocês já sabem, fui tentante por quase 7 anos até conseguir meu primeiro positivo (sei que sou repetitiva, mas foram mais de 40 negativos – que eu contei)!

Eu queria muito que todas as pessoas soubessem a montanha russa de sentimentos que é a vida de uma tentante!

A cada mês que a menstruação vem, a cada amiga que engravida e você não (pra mim, essa sempre foi a pior parte, você estar muito feliz pela amiga ter recebido o milagre dela e pensar: mas por que eu ainda não?)… são muitas situações envolvidas no processo.

A infertilidade pode atingir qualquer pessoa, de qualquer idade. Não podemos julgar, não temos o direito de fazer brincadeiras. Se caso você souber de algum casal que passa pelo problema da infertilidade, NUNCA diga a ela para relaxar e deixar que as coisas aconteçam naturalmente, ou que vai acontecer quando pararem de tentar. Isso é péssimo, vai por mim, por maior que sejam as suas boas intenções!

Falar tudo isso, dá a entender que a culpa é nossa, é do casal tentante de não engravidar, ou porque não relaxam, não param de tentar, não dão um tempo, porque estão insistindo demais!!!

A melhor coisa a dizer seria: sinto muito por você estar passando por essa situação, ou apenas não falar nada.

Tentantes não precisam de conselhos, precisam de acolhimento, de empatia, de carinho!

Muitos casai sofrem uma pressão enorme da sociedade, da família, dos amigos e isso em nada contribui para o tratamento.

Hoje, depois que comecei a escrever esse Blog, venho recebendo muitas mensagens de mulheres que sofrem com a infertilidade e das mais diversas formas.

Minha função não é dar conselhos do que elas têm que fazer ou deixar de fazer… falo um pouco da minha experiência, os passos que dei a cada vez e o mais importante, incentivo a nunca desistirem, porque a caminhada não é fácil, é um fardo muito pesado a ser carregado, mas a palavra desistir não deve existir no vocabulário de uma tentante!

A recompensa vem, é só crer e confiar naquEle que tudo fez e criou.

Quer saber mais? Se identifica com algum ponto desse post? Comenta aqui em baixo…

A história continua…

NUNCA MAIS SOZINHA!

A sensação de nunca mais estar sozinha, é maravilhosa…

Aonde vou, sei que a Victoria está comigo. Falar com ela, contar histórias, cantar pra ela, ouvir música com ela… é demais!!!

Estou com 30 semanas, e nessa fase ela já escuta sons externos, já sente o sabor de alguns alimentos, e se mexe bastante.

Certa noite, acordei de tanto que ela se mexeu… então fiz um carinho em minha barriga, conversei com ela…. e acredito que adormeceu, porque ficou bem calma e quietinha.

Saber que hoje carrego um ser que é metade minha e metade do amor da minha vida, um bebe tão sonhado e planejado, me faz pensar em como Deus nos ama a ponto de nos conceder o privilégio de gerar uma nova vida, o milagre da vida.

Muitas mulheres que tem tido contato com esse Blog estão vindo falar comigo e está sendo uma alegria imensa poder compartilhar com elas um pouco das experiências que vivi e de certa forma, ajuda-las a enfrentar os momentos que estão vivendo.

Não é fácil ser tentante. Não é fácil explicar o porquê de até agora não ter filhos (mas já estão casados há tanto tempo, e os filhos, não querem ter não?), a pergunta que mais ouvia…

Falo um pouco sobre isso nesse Post Aqui!

Mas nunca desisti do meu sonho, nunca desisti de tentar… persistir e resistir a todas as provações, era o que eu repetia a todo instante! E você deve fazer o mesmo!

Os nãos que a vida te dá hoje, serão os sins que Deus enviará no futuro!

Confie, ore, não desanime… o melhor de Deus está reservado para você e sua família!

Hoje me pego pensando nos anos em que lutei para engravidar… e parece irônico, mas as alegrias que tenho hoje, me fazem esquecer o sofrimento que tive anos atrás.

Então, foque no futuro reservado pra você, tenho certeza que será compensador.

Quer saber mais? Se identifica com algum ponto desse post? Comenta aqui em baixo…

A história continua…

DEUS É DEUS

Escrito dia 18/09/2017 (Acredito que nesse dia tive mais um resultado de FIV negativo)

Tem uma música que gosto muito de ouvir, chama-se Deus é Deus e diz mais ou menos assim:

“Se Deus fizer, Ele é Deus,

Se não fizer, Ele é Deus,

Se a porta abrir, Ele é Deus,

Mas se ela se fechar, continua sendo Deus”…

Na minha luta para ser mãe, por todas as fases e procedimentos que já passei, pelos vários negativos que já recebi… quando tive contato com essa canção pela primeira vez, ela me trouxe uma paz e uma esperança tão grandes que tenho me apegado a ela em todos o tempo e principalmente nos momentos difíceis. Ouça AQUI!

Deus é Deus em todas as circunstâncias, sejam elas boas ou más, fazendo o que peço ou não, pois somente Ele sabe o que é melhor e o momento perfeito para que tudo aconteça. Deus sabe o fim desde o princípio e é meu dever clamar pela sabedoria de entender, ou pelo menos aceitar os nãos que recebo na vida!

Provavelmente, você estará lendo esse texto bastante tempo depois de eu ter escrito, pode ser que já estarei com meu sonho nos braços, ainda na barriga, ou quem sabe, eu não tenha recebido essa graça de Deus por ainda não ser o tempo certo, a minha hora, não sei, mas minha oração é para que de alguma forma, essas palavras o auxiliem a não desistir dos seus sonhos.

Hoje, não desisto dos meus e sim, os reafirmo perante Deus, entregando minha vida nas mãos dEle, daquEle que tudo sabe, que tudo vê!

A experiência de um exame de gravidez negativo, para quem sofre tanto para ter um positivo… não é nada fácil.

Chorei muito junto com meu marido a cada um que peguei em mãos, o dia fica sem cor, triste, ninguém sabe o que está acontecendo dentro de você, dentro da sua casa, da sua vida.

Mas eu sei que há um Deus que me ama e que quer o meu melhor e por isso tenho que seguir em frente e fazer a minha parte, me cuidando, mental, física e espiritualmente.

Eu sei que a minha vez vai chegar e quando acontecer, quero estar preparada para educar meus filhos no caminho do Senhor.

Se você hoje está na mesma situação que eu, ore a Deus e entregue sua vida e aflições a Ele, ouça essa música e feche seus olhos, ore…

Aproveite este momento para ler Isaias 54: 1 a 3.

Creio que Deus tem grandes coisas preparadas para mim e para você! Tenha fé nas palavras dEle, afinal DEUS É DEUS!

AMÉM!”

Quer saber mais? Se identifica com algum ponto desse post? Comenta aqui em baixo…

A história continua…

UM CORAÇÃO QUE SERVE

Olá pessoal… retornando das férias e pronta para dar continuidade às postagens de textos escritos no ano passado quando fiz minhas duas últimas FIV’s.

Escrito dia 11/09/2017

“Jesus quando veio ao mundo disse que veio para servir e não para ser servido. Às vezes fico pensando o quanto tenho me preparado para servir a Deus e a meus semelhantes, o quanto tenho abnegado minhas vontades para colocar em primeiro lugar a vontade do meu marido, meu semelhante e principalmente a vontade de Deus!

Todo esse processo que tenho passado, todos esses anos em busca da maternidade, tem me ensinado que a vontade de Deus é plena e justa. Os momentos de tristeza, seja porque mais uma vez a FIV não tenha dado certo, ou mais um problema foi detectado, o que tento fazer é buscar forças em Deus e submeter a minha vontade e o meu sonho à dEle, pois só Deus sabe o que é melhor e o momento certo para tudo que há debaixo do céu (Eclesiastes 3:1).

Quando penso em um coração que serve, tenho que me colocar à disposição para auxiliar a todos que precisarem de mim, com uma palavra, um abraço, uma oração, ou seja, com o que for necessário.

Jesus assim agiu quando esteve aqui nesta terra e assim eu tento me tornar a cada manhã quando em oração busco orientação divina para o dia que se inicia.

O processo de quem possui algum tipo de infertilidade para realizar o sonho da maternidade, não é nada fácil, além de toda medicação que é utilizada e que por si só já bagunça tudo… há ainda a pressão psicológica que colocamos em nós mesmos.

Frustrações a cada menstruação, o sentimento de incapacidade e impotência diante de algo que foge do nosso controle e que era para ser tão simples! ENGRAVIDAR!

Entretanto, busco força e auxílio na palavra de Deus, quando vejo quantos milagres foram feitos, mulheres estéreis que deram à luz a filhos, me faz sentir o quanto Deus me ama e me dá ânimo para continuar esta jornada.

Hoje oro para que você que lê este post possa sentir que há um Deus que te ama tanto, que entregou seu único filho para morrer na cruz e te salvar da morte eterna, só basta a você crer nesse amor e confiar que Ele sabe o que é melhor para mim e para você.

Ore comigo agora.

Deus, obrigada por ter mandado seu filho para me salvar, obrigada por me amar tanto, me ajude a cultivar um coração puro e servir aos que me rodeiam. Faça a Tua vontade em minha vida, cumpra o teu querer em mim.

Se for da tua vontade, que eu me torne mãe, me capacite para isso, quero ser um instrumento em tuas mãos, mas se esta não for a Tua vontade, se este ainda não for o momento me ajude a confiar em Ti, me ajude a entender que tudo tem o momento certo.

Perdoe meus pecados e aumente a minha fé em Ti.

AMÉM!”

Quer saber mais? Se identifica com algum ponto desse post? Comenta aqui em baixo…

A história continua…

VOCÊ SERÁ PAPAI

Enquanto eu estava ali, no banheiro, sem poder acreditar ainda que era aquilo mesmo que eu estava vendo e ainda imaginando a maravilhosa surpresa que eu faria para o pai do bebê que eu esperava, quem surge?

Sim, ele! O pai da criança!

Escondi depressa o teste debaixo do tapete do banheiro… e ele já chegou falando coisas nada a ver, e eu sem conseguir prestar atenção no que ele tava falando, ainda em estado de choque, fiquei ali, sentada…

E num rompante de emoção, a única coisa que pensei em fazer (ainda bem), foi ligar a câmera do celular e mostrar o teste pra ele… Não viu o vídeo ainda? Assista aqui.

Sim, minha revelação para o meu marido não foi absolutamente nada glamorosa, não teve parque com jardins, sol brilhando no céu, balões subindo com escritas de amor…

Mas teve muita emoção, falta de reação por parte do Hugo, atônito, sem entender ou acreditar no que estava vendo, afinal, ele também nunca tinha visto algo parecido em todos esses anos!

Foi lindo, emocionante… finalmente caí em mim, sai daquele banheiro, o abracei, choramos, sorrimos, ORAMOS!

Oramos agradecendo a Deus pelo milagre concedido, e a primeira reação que tivemos, foi entregar a vida dessa criança nas mãos de dEle, pois foi Ele quem nos deu, e a Ele a dedicaremos…

Assim como Ana dedicou Samuel a Deus, nosso filho ou filha também será dedicado a Ele, para que a nossa benção abençoe a muitas outras pessoas!!!

Aquela manhã, foi uma manhã difícil de se concentrar, não conseguia pensar em mais nada. Fiz o beta, positivasso… mais de 30.000 mUI.

Agora, começava a saga de como contar pra família. Como faríamos? Existem muitas ideias na internet, então comecei buscar alguma forma de fazer isso… e achei uma bem legal, que foi a que escolhemos… no vídeo a reação, a emoção, cada um do seu jeito, é muito legal de ver e sentir tudo de novo!!!

Trabalhamos de manhã nesse dia, pois a tarde teria o Jogo do Brasil. Já tinha combinado de ir a casa da minha mãe assistir com eles, então quando estivesse só a família reunida, contaríamos a novidade!!!

E assim fizemos. Convidei a todos para tirarmos uma selfie juntos, ao invés de estar com a câmera ligada para foto, estava filmando… e quando contei… nossa!!!! Que delícia…

Para quem não entendeu a reação da minha mãe gritando “meu sonho! Meu sonho!”, vou brevemente explicar…

Toda vez que minha mãe sonha que alguém está grávida, essa pessoa pode fazer o beta, porque vai estar!!! E ela NUNCA tinha sonhado comigo grávida… eu sempre pedia, mãe sonha comigo, sonha comigo, por favor…

Naquela semana, de sábado pra domingo, ELA SONHOU! Sonhou que eu chegava e falava, gente, agora é verdade, estou grávida!!! Ela disse que o sonho foi só isso… eu falei e ela acordou!!!

Eu já estava grávida!!! Eu não sabia, nem ela… mas Deus já havia mostrado pra ela em sonho a maravilhosa benção que Ele tinha nos concedido!!!

Quer saber mais? Se identifica com algum ponto desse post? Comenta aqui em baixo…

A história continua…

QUARTA 27 DE JUNHO DE 2018

Esse dia, jamais vou esquecer… meu marido saiu cedo de casa para um compromisso, e eu acordei logo depois de ele ter saído.

Eu levantei de um jeito diferente, com uma vontade imensa de fazer mais um teste de gravidez. Na viagem que fiz em abril, comprei vários testes no valor de 1 dólar… então, caso desse negativo de novo, seria pouco dinheiro perdido, já que o teste “bom” eu estava guardando para quando fizesse a FIV novamente.

Em todos esses anos de tentante, a gente vai aprendendo que o NÃO já temos, e que basta a cada uma de nós, buscar e lutar pelo SIM.

Nesta situação específica, eu já tinha 2 nãos, um de farmácia e outro de sangue, então ah… seja o que Deus quiser, eu pensei… e mal sabia eu, que Ele já queria!!!

Então, muito tranquila (SQN – sempre fico nervosa antes dos testes de gravidez), fiz xixi no teste e o deixei de lado, afinal eu já “sabia” o resultado…

Mas quando dei uma espiadinha de canto de olho nele… meu Deus, eu não pude acreditar que um segundo palitinho estava aparecendo!!! Não pode ser verdade… eu nunca tinha visto isso acontecer…

Todos esses pensamentos se passaram na minha cabeça em uma fração de segundos… tentei cortar o xixi para aproveitar fazer também o teste bom… mas quem disse que eu o encontrava… quando eu achei… não tinha mais xixi… gente que desespero… queria que vocês através da leitura, conseguissem sentir o desespero que senti naquele momento!!!

Deu positivo, será? Mas e esse teste é confiável? Xixi, não tem mais!!! ÁGUA, vou tomar água.. muita água… tomei uma garrafa de 500 ml de uma vez!!!

Xixi, preciso produzir mais! O teste, POSITIVO! SENHOR É ISSO MESMO? Não sabia se gritava, se chorava, se ria!!!

Xixi, preciso fazer xixi, mais água, Talita, toma mais água.. e lá se foi ela tomar mais água!!!

Me arrepio de lembrar desse momento, rio de mim mesma devido à minha reação, mas na hora não consegui reagir de maneira diferente, afinal foram mais de 40 negativos ao longo desses anos… e esse era meu primeiro positivo!!!

Mandei uma foto do teste pro Dr Vinícius… que me respondeu segundos depois.. e foi bem assim:

P

O

S

I

T

I

V

O

Hahahahahaha… foi muito legal!!! Eu não sabia nem o que falar direito… ele disse para colher sangue porque ele não conhecia o teste!!! Xixi!!! Lembrei que teria que fazer xixi de novo no teste bom!!! E finalmente depois de 1 lito de água a vontade veio, e o POSITIVO no teste bom veio junto!!!

Ali sentada na privada, imaginava a forma como contaria essa linda novidade pro Hugo. Imaginei balões subindo, num parque em um lindo dia de sol, escrito Hugo, você será Papai, imaginei  as belas surpresas que se sucederiam…

Mas não foi nada assim!!!

Quer saber mais? Se identifica com algum ponto desse post? Comenta aqui em baixo…

A história continua..

COMO TUDO ACONTECEU

Bom, já que ontem eu só soltei o vídeo da mais linda e melhor notícia que já dei na minha vida, nada melhor que hoje, eu contar com mais detalhes como tudo aconteceu, não é mesmo?

Como contei no penúltimo Post, eu tomei o antibiótico que o médico me prescreveu, mas devo dizer que não era apenas isto que eu estava fazendo…

Desde o mês de dezembro do ano passado, eu e meu marido decidimos que daríamos um tempo nas drogas farmacológicas, e faríamos apenas tratamentos naturais.

Então, estava tomando óleo de prímula, óleo semente de gergelim, uma vitamina chama Henger, uxi amarelo e unha de gato, e várias outras vitaminas em capsulas.

Várias coisas, meu marido e eu tomávamos juntos, outras eram específicas pra ele e outra específicas pra mim… tomamos bem direitinho, eram muitas capsulas pela manhã e nos demais horários que tínhamos que tomar, mas começamos a nos sentir muito bem!

INFORMAÇÃO IMPORTANTE: tudo que tomamos foi devidamente orientado por um especialista em tratamento natural, não fizemos nada por conta, NÃO FAÇA ISSO! Porque o seu problema não é o mesmo que o meu e o efeito pode ser desastroso, mesmo sendo com produto natural.

Então, acredito que ao começar a tomar o antibiótico, como meu organismo estava livre de fármacos há quase 6 meses, seu efeito foi potencializado, ocasionando um ambiente propício para a fecundação.

Minha menstruação veio no dia 07/05/2018 e eu estava esperando que viria novamente lá pelo dia 07/06/2018.

Eu e meu marido estávamos pronto para fazer mais uma transferência (FIV), já estava com todos os medicamentos comprados, só aguardando a menstruação vir para dar início ao preparo do endométrio.

E então inicia o mês de junho. Minha vida estava normal, sem sintomas, sem nada… eu queria é que a menstruação viesse logo, esse era meu sentimento e pensamento.

Algo que acho legal contar, é que no mês de fevereiro, tive um atraso de 13 dias… achei que estivesse grávida, fiz vários testes, todos negativos e foi muito frustrante pra mim.

Aí, em uma oração, chorando muito, clamei a Deus que se essa não fosse a vontade dEle pra nossa vida, a de nos tornarmos pais, que Ele me tirasse essa imensa vontade de ser mãe, para que de alguma forma eu não sofresse tanto como vinha sofrendo todos esses anos.

Logo que terminei a oração, não sei como, mas senti uma paz tão grande, algo que não sei explicar muito bem e foi tão bom… a partir dali algo mudou dentro de mim, tive uma certeza muito forte que este ano de 2018 EU SERIA MÃE!

Na viagem que fizemos em abril, comecei meu enxoval, sim, comprei o máximo que pude de roupinhas e objetos neutros para meu futuro bebê! Até decoração para meu chá de revelação eu comprei!!!

O Hugo, preocupado, veio falar comigo com o medo de me frustrar por estar fazendo enxoval sem estar grávida, planejando um chá de revelação, mas eu tinha tanta certeza que aquilo estava me deixando muito feliz e acho que eu estava transparecendo essa felicidade o acalmando, até me ajudou a escolher algumas coisas…

Eu tinha certeza que engravidaria, eu só não sabia que Deus seria tão bom comigo e que seria tão rápido!!!!

O dia 07 de junho chegou… e a menstruação? Não, não veio não…

Quer saber mais? Se identifica com algum ponto desse post? Comenta aqui em baixo…

A história continua…

CORRIDA CONTRA O TEMPO

Depois do último negativo de outubro/2017, mais uma vez nos planejamos de viajar… e dessa vez seria com amigos, estávamos ansiosos para o mês de abril chegar logo.

Por causa dessa viagem, tive que correr contra o tempo para adiantar todas as liberações e exames necessários para que a histeroscopia fosse feita antes da viagem.

E consegui!!!!

A viagem estava marcada para dia 18/04/2018 e o procedimento aconteceu no dia 14/04/2018. Por ser bem simples e não depender de repouso, sai no mesmo dia do hospital, super bem, sem dor, sem nenhum sintoma.

Viajamos, passeamos muito… foi muito divertido e retornamos no final do mês de abril. Tinha consulta marcada no dia 09 de maio para saber o resultada da histero.

No consultório, o doutor nos mostrou o vídeo de como eu sou por dentro!!! Hahahaha gente, me assustei…. existem dentro de mim milhões de micro pólipos… muitos mesmo… que demostram a endometrite (sim, mais uma coisa pra conta), bem como a presença muito forte das células NK (Natural Killer) que são células de defesa que em algumas mulheres a presença é muito maior, causando abortamentos, ou até mesmo a morte dos espermatozoides (meu caso)!

Gente!!! Que coisa!!! Tudo comigo!!!

Mas aí, o médico vem e me diz que em estudos recentes, muito recentes mesmo, ou seja, sem comprovação científica nenhuma, se a mulher com um quadro igual ao meu tomasse um determinado tipo de antibiótico por 10 dias, a partir do vigésimo dia após o início do tratamento a curva de fertilidade poderia aumentar em até 40%!

What???? Sério??? É claro que quero tomar esse negócio!!! MAS ATENÇÃO! O médico me falou, tome muito cuidado, pois trata-se de um antibiótico muito forte, os efeitos colaterais dele não são bons, e pode te gerar alguns probleminhas devido a sua macro biota estar totalmente desprotegida!!!

Confesso que na hora deu um medinho, mas depois de ouvir que ele achava que tinha encontrado nosso problema… todo o medo passou!!!

Saímos da clínica direto para a farmácia pra comprar o tal antibiótico. Comecei a tomar naquele dia mesmo!

Tomei uma série de cuidados, muitos mesmo, afinal eu fiquei praticamente sem imunidade nesses 10 dias…

Os 10 dias passaram… a vida continuou… o mês de junho se aproximava e muitas atividades estavam por vir…

Decidimos que no mês de junho faríamos mais uma transferência, agora dos meus óvulos que estavam congelados, os fertilizaríamos e a transferência seria a fresco.

Então, comprei os medicamentos que o Dr. Vinícius me passou, e estava aguardando a menstruação vir para dar início ao preparo do endométrio.

Quer saber mais? Se identifica com algum ponto desse post? Comenta aqui em baixo…

A história continua…

E AGORA? COMO CONTINUAR?

No dia em que consegui minha consulta com o Obstetra, chorei ao telefone implorando pra secretária um horário. Chorei depois de desligar o telefone quando consegui esse horário.

Chorei, não sei se de alegria por ter conseguido o horário, ou de desespero por estar totalmente perdida e tentando buscar, achar respostas para tanto sofrimento e frustração!

O ano de 2017, é um ano que eu e meu esposo queremos apagar de nossas memórias… sem dúvida alguma foi o ano mais difícil e sofrido que já tivemos em toda nossa história juntos…

E acho que após essa ligação, todo esse peso veio em cima de mim… e sem saber por que, chorei, e chorei muito!

O dia da consulta chegou, estava muito ansiosa, afinal tinha ouvido falar muito bem desse médico e das maravilhas que ele fazia como cirurgião. Tinha renovado minhas forças, na esperança de que ele, cirurgicamente, adormeceria minha endometriose de uma vez.

Já no consultório, depois de algum tempo esperando, chegou nossa vez. Já era bem tarde e o médico nos atendeu com um sorriso no rosto, viu todos os exames que levei, pediu mais alguns, e também pediu que na próxima consulta levasse os vídeos das minhas cirurgias anteriores.

Já com os exames em mãos, retornamos para a segunda consulta, ele olhou todos, explicou tudinho nos mínimos detalhes, viu minhas cirurgias e disse que com base em tudo que ele havia visto, não indicaria nova cirurgia, tendo em vista que aparentemente minha endometriose estava controlada e não era esse o motivo de não ter conseguido engravidar até então, mesmo após 3 Fertilizações in vitro.

Então, me lembro disso como se fosse hoje, olhando para todos os nossos exames em cima da mesa dele, ele se debruçou e coçando a cabeça ele disse: “olha, o caso de vocês não está tão complexo, mas sabe, tem uma vírgula que nenhum médico viu e nem eu estou vendo, mas se vocês confiarem em mim, eu vou achar”!

Cara isso me deixou tão feliz… inclusive ele foi o primeiro médico que me disse que eu teria chances de conseguir uma gravidez espontânea, coisa que ainda não tínhamos ouvido de nenhum outro.

Ele ainda disse que como ele encontraria nosso problema, a decisão seria nossa de partir para outra FIV, ou aguardar uma gravidez natural, mas que a função dele era proporcionar uma gravidez espontânea.

Aí, ele me perguntou, “Você já fez uma histeroscopia?”… eu nem sabia o que era, você também não? OK, vou fazer um post específico sobre isso, pode deixar!

Respondi então que não, ele surpreso questionou, como que em 6 anos de tratamento, nenhum médico havia pedido um exame desse que pode revelar tantas coisas sobre o aparelho reprodutor da mulher???!!!

Sai do consultório com todos os pedidos em mãos… queria fazer esse exame o quanto antes… e se através dele, pudéssemos descobrir a falha? O motivo pelo qual não engravidava?

Quer saber mais? Se identifica com algum ponto desse post? Comenta aqui em baixo…

A história continua…

POSITIVO? NEGATIVO?

Ficamos ali, os dois, sem respirar, olhando aquele teste, os segundos se tornaram horas…

Esse tempinho que tem que esperar pro teste começar a acontecer, como é terrível, parece que nunca acaba, como pode?!

Nesse momento, muitas coisas passaram na minha cabeça… e se der positivo? Como vai ser? Vamos contar pra todo mundo? Só pra família? Vamos esperar? Será que vai ser um só? Ou dois? Gente! Muita coisa!!!

O teste começou a trabalhar, o primeiro risquinho apareceu… mas… mais uma vez, nada do segundo!

De novo meu Deus!!! Mais um negativo pra conta.

Mais um luto, mais um sofrimento, mais um negativo, as respostas não vinham e acho que nunca virão.

Mandei o resultado pro doutor… como queria ter mandado um positivo, mas a única coisa que tinha nas mãos era aquele ridículo NEGATIVO!

O dia foi longo e triste. Nada fazia sentido pra gente. Tentei me manter firme, deixar os dias acontecerem, mas não é fácil!

Estávamos com uma viagem programada para o mês de novembro, minha mãe iria junto, quando achamos que dessa vez seria positivo, já tínhamos planos de como contaríamos pra ela lá em Natal/RN… os sonhos eram lindos, mas a realidade foi dura com a gente!

Passamos dias maravilhosos, o que me ajudou bastante a superar mais esse NÃO de Deus pra nós.

Quando retornamos, liguei pro Dr. e disse que não aguentaria mais uma transferência e que queria apagar 2017 da minha memória!

Ainda quero, posso dizer, com toda certeza do mundo, que 2017 foi o pior ano das nossas vidas!

Queria dar um tempo, investigar como estava minha endometriose, quem sabe fazer uma outra cirurgia, não sei… acho que queria virar a página, e em 2018 tentar outra vez.

Ele respeitou minha decisão.

Dias depois a psicóloga da Semear me ligou, conversamos bastante, foi muito bom… ela se colocou a disposição para quando eu precisasse conversar e desabafar. Fiquei feliz com essa atenção, me senti cuidada sabe…

Foi aí que comecei a procurar um bom médico que fosse especialista em endometriose. Tinha certeza que o que estava me atrapalhando era a endometriose.

A busca foi grande, Londrina, São Paulo e Maringá. Fiquei em Maringá mesmo, porque o acesso pra nós é muito melhor.

Consegui uma consulta em dezembro. Esperei ansiosamente por essa consulta!!!

Quer saber mais? Se identifica com algum ponto desse post? Comenta aqui em baixo…

A história continua…